Blefaroplastia

Fatores como: idade, textura da pele, distúrbios da acuidade visual, problemas emocionais, entre outros, poderão deixar como conseqüência sua marca no território das pálpebras.

A cirurgia plástica das pálpebras, conhecida como Blefaroplastia corrige apenas os excessos de pele, gordura e flacidez muscular do território palpebral (das pálpebras superiores, das pálpebras inferiores, ou de ambas), podendo, em certos casos, melhorar o aspecto funcional além de estético. Não deverá, entretanto acarretar qualquer prejuízo para o lado da função das pálpebras, desde que a evolução pós-operatória seja normal.

A cirurgia proporciona aparência rejuvenescida na área ao redor dos olhos, fazendo com que o olhar pareça mais descansado e alerta.

Pálpebras superiores: remove o excesso de depósito de gordura que aparece como inchaço nas pálpebras superiores e a   flacidez que cria dobras ou incomoda o contorno natural da pálpebra superior, às vezes, prejudicando a visão.

Pálpebras inferiores: remove-se o excesso de pele e rugas finas na pálpebra inferior. As bolsas sob os olhos podem ser corrigidas e a queda das pálpebras inferiores.

Perguntas Frequentes

Existe uma idade ideal para se operar as pálpebras?

Não existe uma idade ideal, mas sim, a oportunidade ideal. Essa oportunidade é determinada pela presença do defeito a ser corrigido e poderá ocorrer em qualquer idade.

E as cicatrizes são visíveis? Onde se localizam?

Sendo a pele das pálpebras de espessura muito fina, as cicatrizes tendem a ficar praticamente disfarçadas nos sulcos da pele. 

Para tanto, deve ser aguardado o período de maturação da cicatriz (3 meses). Pela sua localização são passíveis de serem disfarçadas com uma maquiagem leve, desde os primeiros dias.

Qual o tipo de anestesia?

Pela extensão da cirurgia e boa qualidade dos anestésicos, a maioria dos casos é operada sob anestesia local acompanhada de uma sedação prévia, mas pode ser anestesia geral. Para isso é agendado aqui no hospital uma consulta com o médico anestesista onde será avaliado a melhor forma de anestesia.

Há dor no pós-operatório?

Geralmente não. Mesmo que ocorra uma sensibilidade maior ou pequenos surtos de dor, estes poderão ser perfeitamente abolidos com o uso de analgésicos comuns.

Qual o período de internação?

Uma diária.

Quanto tempo dura a cirurgia?

Normalmente, em torno de 2 Horas. Dependendo do caso, existem detalhes que podem prolongar este tempo.

Quando atingirei o resultado definitivo?

Após 30 dias. Entretanto, logo após o 8º dia já teremos aproximadamente 50% do resultado almejado, sendo que nas 2 ou 3 semanas subsequentes esse percentual tende a melhorar acentuadamente.

Os olhos ficarão ocluídos após a cirurgia?

Não obrigatoriamente. Somente recomendamos a colocação de compressas frias (de água ou mesmo chá de camomila) por alguns minutos, várias vezes ao dia, ato este controlado pelo próprio paciente, como profilaxia do endema acentuado.

Afinal, o resultado compensa?
Se você está ciente do que deseja e o cirurgião puder lhe propiciar aquilo que você. pediu, sem dúvida compensa. 

Entretanto, é importante levar em consideração o fato de que a cirurgia das pálpebras não proporcionar rejuvenescimento geral à face, quando executada isoladamente. Muitas pacientes esperam este resultado (rejuvenescimento) apenas com a blefaroplastia. O cirurgião plástico apenas melhorará esse território prejudicado pelos defeitos estéticos pré-existentes. 

O rejuvenescimento da face implica em outras condutas associadas à blefaroplastia. Os “pés de galinha”, mesmo que devidamente operados, nunca desaparecerão, ficando ainda o estigma, devido à ação do músculo orbicular e à perda da elasticidade da pele remanescente. Para estas alterações o melhor tratamento tem sido a toxina botulínica (Botox).
Há riscos nesta cirurgia
A decisão de se submeter à cirurgia é pessoal e é você quem terá de decidir se os benefícios atingirão seus objetivos e se os riscos e complicações potenciais da Blefaroplastia são aceitáveis. O cirurgião plástico e/ou assistentes irão explicar, em detalhes, os riscos associados à cirurgia. 

POSSÍVEIS RISCOS DA CIRURGIA:
  • Cicatrizes desfavoráveis,
  • Visão embaçada ou temporariamente prejudicada,
  • Olhos secos,
  • Dificuldade de fechar seus olhos,
  • Sangramento (hematoma),
  • Má cicatrização,
  • Infecção,
  • Acúmulo de líquido (seroma),
  • Dormência e outras alterações na sensibilidade da pele,
  • Riscos anestésicos,
  • Disfunção na pálpebra envolvendo posição anormal das pálpebras superiores (ptose palpebral), pele solta da pálpebra, ou frouxidão anormal da pálpebra inferior (ectrópio), podendo coexistir com flacidez da testa e das estruturas da sobrancelha; a cirurgia de lift da sobrancelha não corrigirá estas disfunções; cirurgia adicional pode ser necessária,
  • Dor, que pode perdurar,
  • Descoloração da pele e inchaço,
  • Fios de suturas podem, espontaneamente, emergir na pele, tornam-se visíveis ou produzir irritação que exijam sua remoção,
  • Trombose venosa profunda, complicações cardíacas e pulmonares,
  • Possibilidade de cirurgia revisional,
  • Perda de visão.

Você deverá assinar o termo de consentimento para assegurar que compreendeu plenamente o procedimento ao qual vai se submeter e quaisquer riscos ou complicações potenciais.

RECOMENDAÇÕES SOBRE A BLEFAROPLASTIA

Seu cirurgião plástico e/ou equipe irão lhe explicar, em detalhes, os riscos associados à cirurgia. Você deverá assinar o termo de consentimento para assegurar que compreendeu plenamente o procedimento ao qual irá se submeter e quaisquer riscos ou complicações potenciais.


RECOMENDAÇÕES PRÉ-OPERATÓRIAS:             
Leia atentamente cada item abaixo e qualquer dúvida entre em contato com a equipe de enfermagem do Hospital:       
                                                         
  • Entregar os exames no hospital 1 mês antes da cirurgia.
  • Internar-se no hospital obedecendo ao horário estabelecido.
  • Comunicar-se conosco até dois dias antes da operação em caso de gripe ou outra indisposição.
  • Se fizer uso de alguma medicação continua e/ ou controlada, comunicar o médico e a equipe com antecedência;
  • Não ingerir bebidas alcoólicas, cessar tabagismo (cigarro) e uso de drogas ilícitas por 30 dias antes da cirurgia.
  • Parar com o uso do anticoncepcional, reposição hormonal, ácido acetilsalicílico (AAS, Aspirina), anabolizantes, medicamentos para emagrecer e Roacutan  30 dias antes da cirurgia;
  • Faça uso todos os dias de alimentos ricos em proteínas como: carne bovina, aves, peixes, ovos, leite, pois ajudam na cicatrização tecidual;
  • Caso tenha realizado alguma cirurgia anteriormente ou tratamentos estéticos diversos como (lipostabil e aplicação) avisar equipe de enfermagem.
  • Contamos com a vossa colaboração para que a cirurgia seja previsível e tranquila.
  • Não fazer maquiagem no dia da internação.
  • Trazer óculos escuros.
Lembrando que, todas as orientações pré-operatórias, o checklist completo, são passadas para o paciente pessoalmente após a consulta com o médico cirurgião, com o médico anestesista e da conferência dos exames solicitados.


RECOMENDAÇÕES PÓS- OPERATÓRIAS:    
Os cuidados pós operatórios são de suma importância para a recuperação de sua saúde e bem estar. Por isso siga as orientações que lhe foram passadas por escrito e verbalmente ainda no hospital. Segue abaixo algumas instruções e qualquer dúvida entre em contato com o médico.     
  •  Aplique compressas com chá de camomila gelado 6 vezes ao dia, durante 30 minutos, nos 7 primeiros dias.
  • Alimentação livre.
  • Usar óculos escuros quando se expuser à luz natural.
  • Evitar sol por 30 dias.
  • Obedecer à prescrição médica.
  •  Volte ao consultório para curativo e revisão nos dias estipulados.
  • Não traumatize nem “coce” os olhos.
  • Você poderá voltar às suas atividades normais, após 8 dias.
                  
Lembrando que todas as orientações sobre o pós-operatório são passadas para o paciente pessoalmente, por escrito e verbalmente.
Qualquer dúvida entre em contato com o médico.
 
Telefones para contato: (66) 9986-0953 Dr. Sergio Evangelista           
 
Dr. Sérgio Evangelista - Cirurgia Plástica no Mato Grosso

testimoniais...